top of page

Quem quer ser jovem agricultor? Conheça todos os apoios a que pode recorrer

-Quem quer ser jovem agricultor? é a pergunta com que começo este artigo. Num altura em que existem cada vez mais jovens interessados no sector agrícola numa tentativa de dar um rumo diferente à sua vida e criar o seu próprio emprego, este artigo pode vir mesmo a calhar.


Mas, antes de ser jovem agricultor importa saber:

Quem é considerado jovem agricultor?Quais as regras para se candidatar a apoios agrícolas?Quais as obrigações dos beneficiários destes apoios?Quais os apoios/fundos agrícolas disponíveis para o efeito?Quanto tempo um projecto agrícola a ser aprovado?Quais as etapas seguintes pelas quais vai passar depois do seu projecto ser aprovado?


Quem é considerado jovem agricultor?

Se tem entre 18 e 40 anos, pode ser considerado jovem agricultor.  Reunindo essas condições, pode ter boas hipóteses de conseguir apoio do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) e ser assim mais fácil avançar com o seu projecto agrícola através destes fundos comunitários.Se está incluído no grupo das  pessoas colectivas que revistam a forma de sociedade por quotas e com atividade agrícola no objeto social, cujos sócios gerentes que detenham a maioria do capital sejam jovens agricultores  e cada um deles detenha uma participação superior a 25% do capital social, pode também candidatar-se a estes apoios.


Se quer saber mais sobre o Programa Portugal 2020 e não sabe onde procurar informação, clique  aqui.


Pode também encontrar informações muito úteis aqui.


Jovem agricultor: quais são as regras/requisitos para se candidatar aos apoios agrícolas?

Para receber um apoio  para o seu projecto agrícola, o volume de investimento do jovem agricultor tem que ser superior a 55 mil euros.

Outras condições de acesso que deve ter em atenção se quiser candidatar-se aos apoios ao jovem agricultor:


  • Os candidatos devem encontrar-se legalmente constituídos;

  • Estar inseridos  na categoria de micro e pequenas empresas;

  • Demonstrar a titularidade da exploração agrícola, e efetuar o respetivo registo no Sistema de Identificação Parcelar, até à data da aceitação da concessão do apoio;

  • Estarem  inscritos na autoridade tributária com atividade agrícola, até à data da aceitação de concessão do apoio;

  • Estarem inscritos no organismo pagador enquanto beneficiário;

  • Apresentar um plano empresarial com a duração de 5 anos, que apresente coerência técnica, económica e financeira;

  • Devem apresentar um investimento superior a 55.000,00 € por Jovem Agricultor e inferior a 3.000.000,00€ por beneficiário;

  • Não podem  ter obtido aprovação de quaisquer ajudas no investimento nem ter recebido prémio à primeira instalação antes da data de apresentação da candidatura, com exceção de candidaturas que tenham sido aprovadas nos últimos doze meses no âmbito do regime de apoio à reestruturação e reconversão da vinha;

  • Não podem  ter recebido quaisquer ajudas à produção ou à atividade agrícola no âmbito do pedido único, exceto nos dois anos anteriores ao ano de apresentação do pedido de apoio.


Quais as obrigações dos jovens agricultores beneficiários?

Os beneficiários destes apoios agrícolas devem:


  • Exercer a atividade agrícola na exploraçã