COMO APROVEITAR RESTOS DE PODA


Após as operações de poda restam sempre resíduos aproveitáveis para tarefas de jardinagem. Em época de poupança, fique a conhecer alguns exemplos práticos.


1- Costela-de-Adão

Renovo aéreo enraizado

A Costela-de-Adão (Monstera deliciosa) cresce com tendência trepadeira desde que não lhe falte luz, Sol de qualidade e alta temperatura. Se tiver ramos demasiadamente compridos, impõe-se uma poda estética ou de contenção, cortando as partes terminais. Como a planta tem raízes aéreas, pode contar com renovos perfeitos para plantar noutro recipiente.


2- Violeta africana

Estacas de folha

Quando as suas violetas africanas se enchem de folhas, o melhor que pode fazer é aclarar a folhagem, cortando pelo menos metade dos apêndices foliares para fazer estacas de folha. A técnica consiste em enterrar num vaso com substrato fibroso folhas até um terço do limbo. Em poucas semanas, surgem vários rebentos junto ao pecíolo.


3- Dragoeiro

Tronco na água

Todas as espécies do género Dracaena formam troncos a partir dos quais emergem as folhas. Quando crescem demasiado porque escasseia luz ou porque já tem alguns anos, deve ser podada. A técnica é o descabeçamento que consiste em cortar o tronco para favorecer nova brotada. Com a parte cortada pode fazer estacas que deve emergirem água ou plantar directamente em substrato orgânico.


4- Açucena

Bolbo em repouso

A açucena é dos bolbos mais espectaculares. As suas cebolas, enormes e de forma barriguda, chamam sempre a atenção. Quando as flores murcham os rebentos devem ser cortados. Espere alguns dias até as folhas secarem e depois mantenha o bolbo em repouso de água e luz durante dois meses.


www.revistajardins.pt


30 visualizações

© 2020 Cooagrical 

CONTACTOS

Sede:    

Rua da Palmeira, nº9

Cruz Armada -Imaginário

2500 - 292 Caldas da Rainha

Tel: 262 830 250

 

Loja:

Rua do Sacramento, nº 12

2500-182 Caldas da Rainha

Tel: 262 842 145

Email:

geral.cooagrical@gmail.com

  • Facebook Social Icon
  • Instagram
SIGA-NOS EM