Tudo o que deve saber para proteger as suas plantas


O que fazer para proteger as plantas?

Todos os jardins, por mais cuidados que se tenham, são invadidos por pragas e doenças, mas as defesas naturais das plantas são em geral capazes de “derrotar” esses inimigos. Por essa razão proteger as plantas deve ser primordial e estritamente necessário para garantir o a sustentabilidade e equilíbrio do planeta.Mesmo quando as suas defesas estão em baixo, a maioria das plantas tolera alguns malefícios e sobrevive a um ataque sem grande gravidade.

Algumas plantas, nomeadamente os frutos e legumes, são mais propensas aos danos causados por pragas e doenças e, embora possam não sucumbir a eles, vêem o desenvolvimento bastante comprometido.

As plantas cultivadas em condições não adequadas são menos capazes de se defender desses ataques.

Detectar precocemente os problemas: uma forma de proteger as plantas

Este tipo de problemas anteriormente referidos fazem parte da jardinagem e pode evitá-los mantendo-se vigilante e evitando cultivar plantas que não se adequem às características do local escolhido.

Reserve alguns minutos por dia para observar as suas plantas, ou com a maior frequência possível.

Deve examinar a página inferior da folha e estar atento(a) aos sinal de doença que a planta possa manifestar. Se tomar medidas imediatas, evitará tratamentos mais severos e prolongados.

Reconhecer o que se vê é essencial para controlar devidamente pragas e doenças e dessa forma proteger as plantas.

As reacções das plantas são quase sempre as mesmas e problemas diferentes podem causar sintomas muito semelhantes, o que significa que é preciso investigar um pouco antes de fazer um diagnóstico.

Além disso evite o uso excessivo de pesticidas, não tirando conclusões precipitadas.

Apesar dos inumeros problemas poderem afectar as plantas, são poucos os que costumam atacar de forma severa. De uma forma geral, são divididos em categorias que exigem as mesmas soluções.

Proteger as plantas: uso de espécies benéficas

Muitas espécies que habitam em jardins e terrenos agrícolas são benéficas, visto que se alimentam de infestantes. Alguns pássaros, como o chapim-azul, devoram afídeos, enquanto que os tordos consomem lesmas e caracóis.

Por isso, deve atraí-los para o seu jardim e/ou horta.

Também as joaninhas conseguem reduzir um ataque de afídeos ou de mosca-verde, mas não evitá-lo. Os seus esforços são em geral suficientes para proteger árvores e arbustos,mas terá de tomar medidas para salvar as plantas e os lançamentos jovens.


As joaninhas e as suas larvas devoram a mosca-verde e o piolho-negro, que se alimentam da seiva das folhas e caules. As larvas em nada se parecem com adultos e podem ser confundidas com infestantes


Os tordos-músicos gostam de lesmas e caracóis. Atraia-os com um lago onde eles possam ir beber e deixe umas pedras ou seixos grandes em volta do jardim, contra os quais eles costumam partir as cascas dos caracóis.




( Fonte da imagem:Reserva Ecológica Costanera Sur)



As minhocas comem plantas mortas e outro tipo de matéria orgânica e os seus excrementos enriquecem o solo. As galerias que escavam arejam o solo e melhoram a drenagem



(Fonte da imagem: Nexo Jornal).



As aranhas devoram insectos ou rastejantes. Muitas atingem a idade adulta no Inverno, ajudando a reduzir as populações de infestantes no início do ano.




Mantenha as plantas saudáveis

As plantas com stress estão mais sujeitas a ser atacadas por pragas e doenças do que as de boa saúde. Mantenha as suas em forma oferecendo-lhe as condições que elas apreciam e garantindo-lhes água e alimento;preste especial atenção às plantas em vasos, que são muito vulneráveis à seca.

Remova as hastes danificadas,pois as doenças podem entrar através das feridas, e apanhe do chão as folhas mortas ou doentes, pois espalham os problemas a outras plantas.


  • O excesso de água pode ser tão prejudicial como a sua falta. Certifique-se de que o solo tem boa drenagem

  • As plantas envasadas são vulneráveis à seca por isso regue-as regularmente. Deve regar o solo, e não as folhas ou leves

  • Os ramos partidos pelo vento, ou pelas brincadeiras, devem ser cortados com um corta-ramos ou uma serra de poda


Consiga o equilíbrio das suas plantas

Evite pragas e doenças plantando uma diversidade de plantas.

Idealmente, evite uma grande quantidade de cada tipo, bem como as que não se dão bem no seu solo.

Se as folhas de uma planta amarelecem, isso pode significar que ela está a sofrer de falta de manganês ou ferro, o que ocorre quando as plantas apreciadoras de solos ácidos são cultivadas em condições alcalinas. Deve testar o solo com um kit para verificar o pH.

Do mesmo modo, se cultivar plantas que gostam de humidade em solos secos pode dar origem a surtos de oídio e deficiência de magnésio, ao passo que plantar espécies apreciadoras de seca em solos encharcados causa o apodrecimento das raízes e o atrofiamento,ou a morte, das plantas.

  • Folhas amarelas indicam falta de ferro e manganês nas plantas apreciadoras de acidez, cultivadas em solos alcalinos

  • Os líquenes e musgos podem alarmar mas não sao prejudiciais. Encontra-os no lado húmido e escuro dos ramos das árvores e dos arbustos

Por outro lado,os fungos muitas vezes apresentam-se sob a forma de uma mancha branca de podridão no solo e embora possam ser desagradáveis à vista desempenham um papel importante na decomposição da matéria orgânica, transformando esta em alimento para as plantas e em fertilizante para o solo.



_____

https://acientistaagricola.pt/