top of page

Como cuidar dos tomateiros

Tudo o que precisa saber



A cultura do tomate teve origem no continente americano há muitos anos atrás e desde cedo cativou muitos fâs um pouco por todo mundo. O seu nome científico é Solanum lycopersicum L. e pertence à família das Solanáceas tais como outras culturas como o pimento, a beringela e a batata.

A sua raiz pode atingir até 1 metro de profundidade e o seu caule é flexível e piloso. Possuem flores pequenas de coloração amarela que darão origem ao cachos de frutos (neste caso, os tomates). A estado em que os tomates são colhidos depende muito da preferência do consumidor- podendo ser colhidos verdes ou maduros. Durante o processo de maturação do fruto, o tomate vai mudando de cor oscilando entre tonalidades verdes, amarelas, laranjas e vermelhas. A coloração vermelha dos tomates é devida a um pigmento denominado licopeno que para além da cor, confere ao tomate características antioxidantes.

Existem muitas variedades de tomate disponíveis para cultivo. Alguns exemplos: coração de boi, tomate chucha, tomate cereja, tomate redondo, etc.

Pode cultivar tomate por sementeira ou através de transplante (através das mudas/plântulas). Caso opte por comprar as plântulas em viveiro é importante que se certifique que as raízes sejam brancas e que as plantas que vai adquire não tenham flor. As folhas devem ser muito verdes, jovens e saudáveis (se as folhas estiverem amareladas pode ser um indicador de que a sua sanidade está comprometida).

No caso de transplante, pode transferir as plântulas para o local definitivo quando estas atingirem cerca de 15 cm de altura e 4 folhas verdadeiras.



Como cultivar tomateiros: principais dicas

Os tomateiros são plantas que se adaptam bem a solos profundos com textura areno-argilosa ou franca. Gostam de solos ricos em matéria orgânica e com uma boa capacidade de drenagem. Quanto ao pH, preferem solos ligeiramente ácidos- com pH entre 5,5 e 7. Precisam de temperaturas relativamente elevadas para garantir o seu bom crescimento e desenvolvimento, sendo necessário escolher locais de cultivo com uma boa exposição solar.

Antes de plantar, deve garantir que faz um boa preparação do solo e que este tem todas as reservas nutricionais necessárias para a cultura se desenvolver. Pode sempre optar por um fertilizante orgânico tais como composto ou estrume.

A altura de plantação dos tomates é de março a junho, portanto ainda vai a tempo. É importante que instale a cultura num local abrigado de ventos mais fortes para evitar estragos. Normalmente, distam-se as plantas de tomateiros 50 cm a 70cm.

Ao colocar a plântula na terra é importante que “aconchegue o torrão” com terra. Dessa forma, irá auxiliar o seu suporte estando por isso mais protegida e “firme”.

Após a instalação da cultura deve proceder a uma rega de forma a facilitar a penetração das raízes no solo. Para repelir futuras pragas de insetos, pode cultivar os seus tomateiros junto ao cebolinho ou coentros.


Como cuidar dos tomateiros: o que deve fazer


Colocar tutores nos tomates

Dado que esta planta se desenvolve em altura é necessário colocar tutores para auxiliar o seu crescimento e desenvolvimento. Pode fazer a condução do caule principal da planta na vertical e ir enrolando a planta a um cordel preso, por exemplo. Pode também usar um arame ao longo da linha da cultura, por exemplo. Pode também usar canas ou estacas de madeira como tutores. Os tutores são também importantes para evitar que a planta vergue com o peso dos tomates. Se quer saber como cuidar dos tomateiros, não pode descurar esta tarefa.