O chapim é um dos principais predadores da lagarta do pinheiro

O chapim é um dos principais predadores da lagarta do pinheiro e encontra-se distribuído um pouco por todo o mundo. Através da sua dieta, controla pragas contribuindo de um modo natural para o equilíbrio do ecossistema. O número actual de chapins é limitado pela falta de abrigos naturais e a colocação de ninhos artificiais permite criar condições para o aumento desta espécie.


Em Portugal existem cerca de 5 variedades de Chapim sendo os mais comuns o Chapim Real e o Chapim Azul.


O seu habitat


Os Chapins gostam de nidificar em buracos de árvores e casas ninho que lhes dão mais segurança pois os seus predadores não conseguem atingir os ninhos.


Os ninhos dos Chapim são em forma de chávena construindo-os com musgo retirado dos troncos das árvores, penas e pêlos de animais.


As fêmeas põem  entre 3 e 12 ovos  e incubem-nos sozinhas mas ambos os pais criam a ninhada. Na maior parte dos anos o par fará duas posturas.


Alimentação


Predominantemente insectívoro no Verão o Chapim é um dos poucos pássaros que consegue comer a lagarta do Pinheiro. Quando alimentam as suas crias os chapins bicam a lagarta para que a sua cabeça se solte tornando-se assim mais fácil de digerir.​ Nos meses de Inverno consome uma vasta gama de outros alimentos como bagas e sementes.


Predadores desta espécie


O gavião, a doninha, o esquilo ou pica-pau não conseguem entrar no ninho e ameaçar a sobrevivência dos chapins.


Como minimizar a praga da lagarta do pinheiro


  • Colocando casas/ninho:

As casas/ninho devem ser colocadas entre 2 a 4 metros idealmente em pinheiros se o objectivo for combater a lagarta mas poderão ser colocadas também noutras árvores.

Deverão ainda estar orientadas a Norte pois ficarão mais protegidas contra chuvas e mesmo o excesso de calor.

Se o tronco estiver inclinado a casa/ninho deverá estar do lado que permita ficar inclinada para baixo.


  • Cortando e queimando os ninhos de Processionária:

O uso de máscara e luvas é essencial para esta acção.

Os pêlos da lagarta podem provocar problemas de saúde, como alergias de pele, no globo ocular e no aparelho respiratório.


  • Colocando armadilhas para as borboletas:

É nos meses quentes do verão que as lagartas emergem do solo sob forma de borboleta. Nesta altura estas acasalam e fazem a sua postura de cerca de 300 ovos nos ramos jovens dos pinheiros.

O uso de armadilhas com feromona sexual feminina e pastilha insecticida é o ideal para capturar as borboletas macho dando assim uma ajuda no controlo do número de futuras lagartas.


Curiosidades


  • O Chapim é dos poucos pássaros insectívoros que consegue comer a lagarta do pinheiro.

  • Cada Chapim chega a comer 7 kg de mosquitos por ano sendo assim um fantástico ajudante dos agricultores.




Info:mynature

113 visualizações

© 2020 Cooagrical 

CONTACTOS

Sede:    

Rua da Palmeira, nº9

Cruz Armada -Imaginário

2500 - 292 Caldas da Rainha

Tel: 262 830 250

 

Loja:

Rua do Sacramento, nº 12

2500-182 Caldas da Rainha

Tel: 262 842 145

Email:

geral.cooagrical@gmail.com

  • Facebook Social Icon
  • Instagram
SIGA-NOS EM