top of page

Porquinho-da-índia


Dúvidas frequentes sobre os porquinhos-da-índia

De onde são oriundos estes animais?

Os porquinhos-da-índia são originários dos Andes, na América do Sul, e são mantidos como animais de companhia. Servem também nessa parte do mundo como alimento, tal como os coelhos na Europa.


Que raças existem? Quais as diferenças entre elas? E essas diferenças são apenas ao nível da aparência ou também do comportamento?

No grupo dos porquinhos-da-índia de pelo curto incluem-se: inglês, abissínio, american crested (coroado americano), english crested (coroado inglês), rex e teddy. Quanto às raças de pelo comprido, as principais são: sheltie, coronet, angorá, peruano, texel, merino, alpaca e mohair. Todas estas raças estão disponíveis na variedade acetinado (satin), em inúmeras cores.Alguns criadores acreditam que é possível notar diferenças em termos de personalidade, embora não as consigam provar. Estas dependem da forma como os animais são tratados pelos donos e das suas atitudes.


Qual a esperança média de vida de um porquinho-da-índia?

Se receberem todos os cuidados de que necessitam, estes animais podem viver entre os 6 e os 8 anos. Existem relatos de porquinhos-da-índia mais velhos, mas constituem casos raros.


Dúvidas sobre a compra de porquinhos-da-índia ou adoção

Onde posso comprar um porquinho-da-índia e como posso saber que é saudável?

A melhor forma de comprar um porquinho-da-índia é através do criador. Não se sinta inibido e coloque todas as questões de forma clara – qualquer criador de confiança terá todo o gosto em responder. Além disso, como futuro dono, devem permitir-lhe observar as gaiolas onde estão os animais. Estão limpas e brilhantes? Há demasiados animais confinados a um pequeno espaço? Informações relativas a criadores podem ser encontradas em jornais e revistas e também em clubes dedicados a esta espécie.Um porquinho-da-índia saudável tem pelo e olhos brilhantes. Não deve ter nem os olhos nem o ânus colados, nem estar demasiado magro. Além disso, não deve ter zonas do corpo sem pelo nem sem brilho.


Como identificar machos e fêmeas?

Para olhos menos treinados é um pouco difícil distinguir o sexo do animal. A melhor forma de o fazer é ter dois exemplares lado a lado, um macho e uma fêmea, e compará-los.Para determinar o sexo, segure cuidadosamente o porquinho-da-índia na mão com a barriga virada para cima. Com a outra mão, afaste a pele de ambos os lados do órgão sexual. Se este se parecer com um “Y” trata-se de uma fêmea; se, pelo contrário, se parecer com um “i” será um macho.


Questões sobre as necessidades básicas

Qual o tamanho mínimo de uma gaiola para dois animais?

Não recomendo a aquisição de uma gaiola abaixo de 100 por 60 cm. A verdade é que os porquinhos-da-índia passam a maior parte do tempo na gaiola e devem conseguir movimentar-se o suficiente.


Que tipo de equipamentos requer uma gaiola para porquinhos-da-índia?

Definitivamente uma casinha, uma tigela estável e resistente para a comida e uma garrafa para a água. Além disso, devem existir dois dispensadores de feno (ou um, no mínimo) para forragem e feno. É fundamental que o espaço entre as “grades” dos dispensadores seja estreito o suficiente para que o animal não enfie a cabeça entre elas. Estes acessórios devem também ser altos para impedir que os pequenos roedores saltem e os usem como área de descanso; se o fizerem, podem magoar-se gravemente.


Como criar uma zona de brincadeira para o meu porquinho-da-índia?

Não existem limites para a imaginação. Casinhas, túneis, rampas. Experimente tornar o ambiente ainda mais divertido para o seu porquinho-da-índia ao esconder uma deliciosa surpresa dentro de um desses acessórios – uma rodela de pepino, um caule de salsa ou um pedaço de pimento.


Pode um porquinho-da-índia viver no exterior?

Em princípio, os exemplares desta espécie podem ser mantidos numa gaiola no exterior. Porém, os animais devem estar habituados ao exterior até ao final do tempo quente, para que consigam desenvolver pelo suficiente para o inverno. A gaiola deve ter um bom isolamento e estar, no tempo frio, totalmente fechada com painéis de acrílico, por exemplo. No inverno, a camada de substrato e o feno devem ser colocados em quantidades generosas, para que os animais possam aconchegar-se apropriadamente. É igualmente importante verificar a água com regularidade, já que pode congelar rapidamente.