Repost - COMPOSTAGEM


Apesar de estar na “moda”, a compostagem não é um processo recente. Existem registos acerca da prática da compostagem que datam de há mais de 2000 anos na China.  Era uma forma de corrigir os nutrientes no solo e de melhorar as colheitas.  No nosso país, era muito comum nas zonas rurais existir locais onde eram depositadas as folhas e outros resíduos das colheitas para a formação de composto que era posteriormente utilizado para fertilizar os solos.

Com o surgimento de novos compostos, muitos deles não biodegradáveis, a compostagem começou a ser posta de lado.  Por outro lado, não era prático fazer a compostagem em locais de grande densidade populacional devido aos cheiros criados e às próprias condições de habitação que não proporcionam a existência de pilhas de compostagem.  Além disso, visto ser um processo relativamente longo, acabou por ser descartado pouco a pouco.

Mas, a crescente preocupação com o meio ambiente fez com que se procurassem formas eficazes e não prejudiciais de reduzir os resíduos sólidos. Assim, a compostagem voltou a surgir como uma forma biologicamente amigável de reduzir e reutilizar os compostos orgânicos.

A compostagem é um processo natural de decomposição aeróbia através de microrganismos.  O resultado final é um produto orgânico estável, designado por composto. 


Este procedimento pode ser levado a cabo de diversas formas:

• Em grandes instalações centralizadas • Em explorações agrícolas ou agropecuárias • Em pequenas unidades de carácter familiar [compostagem caseira]


Vamos abordar apenas a compostagem caseira pois é a que se adequa às hortas biológicas caseiras. A compostagem doméstica é a melhor solução para reciclar todos os restos de comida, de jardim e da horta produzidos em casa sem recorrer a grandes custos de manutenção.  É um processo muito simples, que se pode integrar no dia-a-dia da habitação. Os resíduos necessários para o funcionamento do processo de compostagem são materiais biodegradáveis, ar e água, que são de fácil aquisição.


Os materiais biodegradáveis são classificados como castanhos ou verdes

• Os castanhos são todos os resíduos de jardim já secos, como por exemplo, aparas de madeira, relva, folhas castanhas, palha, feno, plantas mortas, serradura, entre muitos outros.  Estes materiais são ricos em carbono, o constituinte mais abundante na madeira, e pobres em azoto, o contribuinte mais importante das proteínas.  • Os verdes são os restos de comida, vegetais, folhas verdes, etc., que são muito mais ricos em azoto do que os castanhos.


Materiais que podem ser usados Praticamente todo tipo de lixo de cozinha facilmente putrescível e lixo de jardim.

Exemplos: - Restos de legumes - Relva - Palha e Feno - Cascas de fruta - Folhas secas - Ramos e arbustos - Cascas de ovos - Flores - Aparas de madeira - Borras de café - Sacos de chá.


Contudo, há alguns resíduos a evitar:

Materiais não putrescíveis ou de difícil decomposição, e outros por razões de higiene ou por conterem substâncias poluentes.

Exemplos: - Ossos e espinhas - Cortiça - Borracha - Comida gordurosa - Cinzas de cigarro - Restos de carne - Derivados de leite. - Restos de peixe - Plantas doentes - Dejetos de cães e gatos. - Tecidos - Couro - Cascas de frutos secos - Beatas de cigarro - Medicamentos - A carne, peixe, ossos, lacticínios e gorduras podem atrair animais indesejáveis. - Excrementos de animais podem conter microorganismos patogénicos que podem sobreviver ao processo de compostagem. - Os resíduos de jardim tratados com pesticidas também não devem ser compostados, tal como plantas com doenças.


Materiais que podem ser usados mas em poucas quantidades - Restos de refeições - Papel - Pão - Serradura - Caruma - Cinzas


Conselhos úteis

-Ao usar ramos e arbustos é fundamental a dimensão dos materiais. Devem ser triturados para ficarem com uma dimensão entre 2 cm e 8 cm. Quanto menor for o tamanho das partículas mais fácil é o ataque microbiano. -No Outono, ensaque folhas e armazene-as num local seco e acessível. Pode usar depois como material castanho. -Se não tiver folhas, use serradura feno ou palha. -Use 2 compostores. -Não são necessários ativadores ou Kits comerciais para fazer composto. -Além de guardar folhas para compostagem, deve também guardar para fazer “Leaf Mould” uma espécie de composto só com folhas e água. É excelente para melhorar a estrutura do solo e a sua capacidade de retenção da água. Também atrai muitos organismos benéficos para ter para um solo saudável na sua horta.


https://www.hortasbiologicas.pt

13 visualizações

© 2020 Cooagrical 

CONTACTOS

Sede:    

Rua da Palmeira, nº9

Cruz Armada -Imaginário

2500 - 292 Caldas da Rainha

Tel: 262 830 250

 

Loja:

Rua do Sacramento, nº 12

2500-182 Caldas da Rainha

Tel: 262 842 145

Email:

geral.cooagrical@gmail.com

  • Facebook Social Icon
  • Instagram
SIGA-NOS EM